Temer: Brasil aberto a negócios, diz jornal dos EUA


O presidente Michel Temer abre na terça-feira (20) a 71ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) – desde 1947, o representante brasileiro faz o discurso inaugural na assembleia. Em entrevista ao The Wall Street Journal (WJS) publicada na quinta-feira (15), Temer procurou convencer os investidores de que a crise política está sendo superada e agora o país está pronto para receber investimentos.




O título da  matéria do periódico americano, que representa os interesses do mercado financeiro, é significativo: "President Michel Temer declares Brazil open for business" (presidente brasileiro declara o Brasil aberto a negócios, em tradução livre).
O jornal, porém, frisa que o governo Temer ainda está longe de se consolidar e que lida com altos índices de impopularidade. "Se o senhor Temer é o homem para restaurar a calma à política tensa e tumultuada do Brasil permanece uma questão em aberto. Em suas primeiras semanas no cargo, ele foi recebido com manifestações de rua hostis em várias grandes cidades e repetidamente vaiado em aparições públicas", diz o WSJ.
Temer é tratado pelo jornal como um político "que passou boa parte de sua carreira política trabalhando nos bastidores" e que é visto "visto com desconfiança por muitos brasileiros, já irritados com as medidas de austeridade defendidas por um homem que não elegeram como presidente."
Diz ainda que a rejeição a seu governo, aliada ao acirramento da conjuntura política que resultou de sua chegada ao poder "poderiam minar seu desejo de ser visto como um unificador."


Por fim, Temer afirma ao WSJ que está em curso no Brasil uma campanha para "conscientizar" eleitores das necessidades de "medidas dolorosas", como a reforma da Previdência, o limite de gastos públicos etc.

Temer: Brasil aberto a negócios, diz jornal dos EUA Temer: Brasil aberto a negócios, diz jornal dos EUA Reviewed by Politica e Democracia on 19:29:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.