Lula critica governo Temer: 'Se não sabem governar, peçam desculpas, vão embora, e deixem o PT governar'






O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira, 28, em Belo Horizonte, ser necessário “tomar o País de volta e consertar. Porque esse país não é deles. É do povo brasileiro”. 




Durante o discurso na Expocatadores 2016, exposição anual de catadores de papel e materiais recicláveis, Lula criticou o governo do presidente Michel Temer e afirmou que se "não sabem governar, peçam desculpas, vão embora, e deixem a gente governar", disse, se referindo ao impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff.

Lula não fez menção direta sobre a possibilidade de voltar a se candidatar à Presidência da República em 2018. “Não sei nem se vou estar vivo.” Porém, ao longo de todo o seu discurso, afirmava que “é possível fazer muito mais políticas públicas e nós provamos que é possível”. 

Ao contrário do posicionamento nem tão direto de Lula, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), que falou antes do ex-presidente, lançou o companheiro de partido ao Palácio do Planalto em 2018. “Vou dizer uma coisa que está no coração de todo mundo aqui. Ele (Lula) não vai gostar muito não. Presidente, dois anos passam depressa, viu? É Lula de novo, com a força do povo.”





Também integrante da comitiva do líder petista em Belo Horizonte, o ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República no governo Dilma, Gilberto Carvalho, disse que Lula “continua sendo o presidente do povo brasileiro e vai voltar a ser o presidente do País”. O ex-auxiliar de Dilma afirmou haver uma sórdida campanha contra Lula e que, diante disso, foi lançada a campanha Um Brasil justo para todos e justo para Lula. O objetivo da campanha, segundo Carvalho, é “rodar pelo País e infernizar a vida deles”.






Sobre as investigações pelas quais passa no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-presidente afirmou que, às vezes, acredita que os meios de comunicação traçam um roteiro do que está para ser feito. “E tenho certeza que não serei o mocinho”, reclamou. O ex-presidente disse ainda que, quando menino, não teve coragem pra roubar uma maçã. “Não seria agora, aos 71 anos, que eu iria decepcionar a minha mãe”, afirmou.


‘Fora, Golpista’. Ao lado de Lula, Pimentel mostrou uma toalha entregue por participantes do encontro com a foto do presidente da República, Michael Temer, e a frase “Fora, Golpista”.
Ao caminhar para o palco, para discurso, os participantes do encontro entoaram os tradicionais gritos de “Lula, guerreiro, do povo brasileiro”, e “olé, olé, olá, Lula, Lula”. O ex-presidente é chamado pela categoria de “o primeiro amigo do catador”, por apoio dado aos catadores durante seus dois mandatos como presidente da República.





Conforme a assessoria do ex-presidente, Lula ainda não decidiu se irá aos funerais de Fidel Castro em Cuba.


Nesta terça-feira, 29, Lula participa de ato público em uma ocupação urbana na região norte de Belo Horizonte. 

Na chegada à Expocatadores, e nem durante o discurso, Lula não quis comentar as denúncias feitas pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero contra o presidente Temer, no episódio envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira.

Via: Politica.estadao



Lula critica governo Temer: 'Se não sabem governar, peçam desculpas, vão embora, e deixem o PT governar' Lula critica governo Temer: 'Se não sabem governar, peçam desculpas, vão embora, e deixem o PT governar' Reviewed by Politica e Democracia on 09:25:00 Rating: 5

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.