Argentina, Chile, Costa Rica, Peru, Uruguai e Guatemala abastecidos pelo Brasil via corrupção




Os tentáculos da corrupção envolvendo executivos e políticos brasileiros estão espalhados além do Brasil. Até agora são sete países envolvidos na investigação que buscaram manifestação voluntária via Departamento de Cooperação Internacional da Procuradoria Geral da República (PGR) do Brasil. Eles querem acesso aos documentos e todas informações colhidas pela equipe de investigação da força tarefa da Lava jato.


Por enquanto os envolvidos internacionalmente são: Argentina, Chile, Costa Rica, Guatemala, Panamá, Peru e Uruguai.

No escopo de atuação da política brasileira que montou o mega esquema de corrupção, o Brasil era apresentado aos países citados como “primo rico” oferecendo investimentos em troca de atrair lideranças políticas internacionais na América latina, no Caribe e na África.


Tudo aconteceu entre 2005 e 2010 através de empréstimos bilionários via BNDES que quadruplicaram. Em apenas um ano o banco brasileiro desembolsou o equivalente a US$ 12 bilhões, que significa três vezes a soma total de investimentos oferecidos pelo BIRD, o Banco Mundial, aos países emergentes.

O envolvimento de outros países no esquema de corrupção liderado por políticos e executivos ganhou repercussão no jornal ElPaís.

Argentina, Chile, Costa Rica, Peru, Uruguai e Guatemala abastecidos pelo Brasil via corrupção Argentina, Chile, Costa Rica, Peru, Uruguai e Guatemala abastecidos pelo Brasil via corrupção Reviewed by Politica e Democracia on 03:47:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.